quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Historinhas de Ninar do Tio Emmet - Cachinhos de bronze

A Julyte, como sempre, mandou bem e escreveu outra historinha hilária para nos divertir. Apreciem!
Cachinhos de bronze
- Tio Emmett? – Nessie veio até meu quarto, pulando ao meu lado enquanto eu lia um dos meus autores preferidos: Saint Exupéry.
- Diga, monstrinha. – eu disse a ela, lendo a edição de “O Pequeno Príncipe”. Eu adoro esse livro. Especialmente as gravuras. Eu me senti extremamente inteligente quando todos da casa, até mesmo Nessie, não conseguiram ver o elefante dentro da cobra. Era tão óbvio…
- Estava pensando sobre nossas historinhas… – ela disse.
Fechei o livro. A raposa teria que esperar para cativar o principezinho. Quando Nessie vem discutir a relação das historinhas, é melhor prestar atenção.
- Eu acho muito legal e tudo mais… Mas há uma figura muito importante que ainda não apareceu… – ela me confidenciou.
Eu pensei… Pensei… Pensei… Quem ainda não havia aparecido nas historinhas do tio Emmett?
Bella? Não, ela já apareceu.
Edward? Acho que sim.
Rose? Sim. Jasper? Também. Alice, Carlisle, Esme? Sim, sim, sim.
Eu? Claro que sim, eu não poderia faltar.
Sr. Tumnus? Não lembro bem, mas acho que sim.
Aí eu me lembrei de alguém que estava sempre por perto, mas nunca tinha aparecido nas minhas historinhas. Alguém cujo cheiro eu reconheceria há milhas de distâncias, era tão quente e Bella amava tanto. . . .
- Nessie, você gostaria que eu contasse a historinha de Cachinhos de bronze? – eu perguntei.
Seus olhinhos brilharam.
- Achei que nunca iria perguntar.
Ela correu para a sua cama, deitou-se, cobriu-se e gritou:
- Estou pronta!
Fui logo em seguida.
- Não vai dormir dessa vez, não é? – eu perguntei. Ela balançou a cabeça negativamente. – Ou interromper ou perguntar “porque você não coloca o Jake nas suas historinhas, tio Emmett?” – eu perguntei, imitando a vozinha dela.
- Não, me darei por satisfeita dessa vez em ser a protagonista.
- Então, está bem. – eu disse. –
“Era uma vez uma menininha muito bonitinha, porém muito curiosa chamada Renesmee. Mas por causa dos leves cachos que desciam pelos seus cabelos e pela coloração esquisita obtida graças a seu pai exibido, ela era conhecida por Cachinhos de bronze. Um dia, Cachinhos de bronze estava passeando pela floresta, dentro dos limites estabelecidos por um acordo de sua família, quando ela avistou uma casa e uma caixa de correios onde dizia: Os três…”
- Ursos? – ela me interrompeu. Qual a parte do não me interrompa ela ainda não entendeu?
- Não. – eu expliquei, abrindo essa exceção. – Faunos.
- Pensei que o papai disse que faunos não existissem. – ela franziu a testa.
- Assim como vampiros, lobisomens e fadas, não é mesmo? – eu rebati
- Mas fadas não exis…
- Não diga isso. – eu gritei, tapando sua boca com as mãos. Logo em seguida, sussurrei. – Toda vez que alguém diz isso, uma fada cai mortinha em algum lugar.
- Ah… Eu não sabia. Desculpe-me. – ela disse, envergonhada. Ela não tinha culpa… Ela não tinha assistido Peter Pan ainda… Renesmee precisa parar de focar somente livros, principalmente os adultos… Maquiavel, Twain, Dante, Shakespeare, Jane Austin… Isso está retardando a mente da coitada. Esses dias ela estava com aquele estranho livro preto nas mãos, aquele com mãos pálidas e uma maçã na capa. Mas também não se interessou… Disse que isso não existia, uma humana tão desastrada se apaixonando por um vampiro. As pessoas hoje em dia escrevem tanta besteira…
- Então está bem. Vou continuar.
“Cachinhos de bronze, com sua curiosidade, entrou na casa dos três faunos.
‘Olá?’ ela disse, mas ninguém respondeu. ‘Alguém em casa? Estou entrando…’ ela avisou.
Mas ninguém estava em casa. Ela seguiu até a cozinha, onde encontrou três cadeiras, três pratos e três copos. Sentou-se e viu que nos pratos havia mingau e nos copos chá.
‘Eca’ ela disse. ‘Comida humana… Eu é que não vou tocar nisso. ’ E continuou seguindo adentro. Até que viu uma pequena porta onde estava escrito NÃO ENTRE. Mas como a pequena não conhecia o significado da palavra NÃO, ela entrou e encontrou uma caixa com vários anéis de várias cores. Então ela experimentou um anel dourado e logo foi parar em outro lugar.”
- Me deixa adivinhar… Ela foi parar em Nárnia? – Nessie me perguntou.
- Na verdade, ela foi parar na fronteira de Nárnia e do Condado. Mas como era feriado em Nárnia e estava tudo fechado, ela resolveu ir até o Condado.
- Feriado em Nárnia?
- Decretado pelo próprio rei Edmundo. O dia do Manjar Turco. Posso continuar?
“Cachinhos de bronze continuou sua jornada e foi parar numa aldeia pequena com casinhas pequenas.
‘Olá?’ ela bateu na portinha de uma das casas onde havia uma pequena caixa de correios que continha o nome Frodo Bolseiro. Mas havia um aviso na porta. ‘Estou em uma audiência com Gandalf. Sam veio comigo, pois não consigo me livrar dele. Qualquer coisa, fale com a minha vizinha, ela é metida a besta e acha que sabe de tudo. Frodo. ’ Então, Cachinhos de bronze foi até a casa da vizinha. Lá ela encontrou uma pequena criaturinha chamada Alice, que era um hobbit.
‘Quem vem lá?’ – o hobbit falou.
‘Sou Cachinhos de bronze. Não sei como vim parar aqui, mas só sei que aconteceu quando coloquei esse anel. ’ Ela disse, mostrando a jóia para a pequena criatura.
‘Ih, menina, esse é o Anel da Pureza, mas ninguém mais… Diamante é a nova onda. Temos que ir até Um Reino Tão Tão Distante, mas que é aqui pertinho e destruir este para que possamos comprar um novo da Cartier. Mas devemos ter cuidado. No caminho há uma criatura que fará de tudo para obter um anel da pureza igual a esse’.
Então, Cachinhos e o hobbit andaram por uma grande estrada de tijolos amarelos.”
- Pensei que só em Oz havia uma estrada de tijolos amarelos. – ela me interrompeu.
- Não. Na verdade é a continuação. É a NR (Nárnia Road) 101. Começa em Nárnia e segue adiante por Oz.
- É que eu prefiro azul, sabe? – ela disse.
- Não pode ser. Não pode ter azul no mapa. Azul no mapa são rios, lagos e oceanos. Seu pai não te ensinou isso? Não é a história de AriBells, é de Cachinhos de bronze. Ou você prefere que eu mude a protagonista?
- Não. Amarelo está ótimo, adoro amarelo. – ela disse, sorrindo. Sabia que, assim como Edward, ela era exibida e gostava de chamar atenção. Nunca que perderia a oportunidade de ser a protagonista de alguma historinha.
- Posso continuar?
“Então elas seguiram por uma grande estrada de tijolos A-MA-RE-LOS, até que chegaram numa encruzilhada, onde dizia: ‘Direita, Um Reino Tão Tão Distante. ’ ‘Esquerda, La Push. ’ Cachinhos de bronze queria ir pela esquerda, mas repreendida pelo pequeno Hobbit, foram pela direita. Seguiram até encontrarem uma grande casa feita com doces e tocaram a campainha, que soou de modo esquisito, uma palavra que elas nunca haviam ouvido na vida.
‘Ronaldo. ’ A campainha tocou.
‘Mas… O que? Ah, deixa pra lá, tem gente chegando para atender a porta. ’
Então uma linda garota de cabelos loiros atendeu, seguida de um garoto de cabelos loiros com uma carinha de assustado.
‘E nunca mais nos traga nesse antro, está ouvindo, sua olho junto!’
‘Hmmmmm, Hmmmm… ’ Ouviu-se de dentro da casa.
‘Mas o que está acontecendo? ’ Cachinhos de bronze perguntou.
‘Rosmaria e eu nos perdemos na floresta, aí encontramos esta casa. Antes que pudéssemos pensar em algo, a bruxa puxou a gente pra dentro de casa, falando que iria nos engordar, pois seríamos o jantar dela. ’ Josper disse.
‘Aquela velha gagá e ridícula… Eu me acabo todos os dias na academia e ela quer ME engordar para que ela possa ter um jantar decente? Ah, por favor. Sorte dela que hoje estou de bom humor, se não eu tinha feito pior com ela. ’ Rosmaria disse.
‘E o que você fez com a bruxa?’ Cachinhos de bronze perguntou.
‘Ela pegou uma enorme corda de alcaçuz, amarrou a bruxa e amordaçou’
‘Só isso?’ Cachinhos de bronze perguntou.
‘Não…’ Rosmaria respondeu. ‘Deixei a bruxa assistindo a reprise de Zorra Total…’
‘Nossa, cruel, hein?’ Alice disse.
‘Pois é… Mas, enfim… Para onde vocês vão? Josper e eu vamos para Um Reino Tão Tão Distante.’ Rosmaria disse.
‘Também… Temos que destruir este anel da pureza antes que, bem, você sabe o quê encontre… ’ O Hobbit disse.
‘Quem é esse misterioso?’ Cachinhos de bronze perguntou.
‘Não posso dizer… Tudo ao seu tempo, minha criança. ’ O Hobbit disse sabiamente, mas todos nós sabemos que ela não sabia de nada.
Então seguiram rumo a Um Reino Tão Tão Distante, ignorando as reclamações de Josper ao longo do caminho.
‘Estou com sede… Podemos parar um pouco, estou cansado. Meu cabelo está baixando… Meu mp3 descarregou, como vou ouvir Simple Plan…?’
‘Pelo amor de Deus, pára de falar, traste!’ Rosmaria gritou com seu irmãozinho.
‘Mas eu não vou ouvir Welcome to My Life…’
‘Olha as rugas de preocupação da minha mão.’ Rosmaria começou a falar. ‘E engole o choro… Se não eu pego o pão que nós usamos para marcar o caminho e entalo em sua garganta. ’
Então eles seguiram: Cachinhos de bronze, toda serelepe, pulando ao lado do Hobbit, Rosmaria mais atrás, puxando o seu irmão pela orelha. Então eles chegaram até um grande castelo onde ouviram uma melodia melancólica e chata…
‘Olá?’ A pequena Cachinhos entrou sem ser convidada. Logo ela encontrou duas criaturas pálidas, e belas, de olhos dourados. Uma delas estava guiando a outra, enquanto a menor tropeçava em seus próprios pés. ‘Sou Cachinhos de bronze, estes são meus amigos Alice, a Hobbit, os irmãos Josper e Rosmaria. Quem são vocês?’
‘Eu sou a Bella e este é meu marido Edward, mais conhecido como A Fera. ’
‘Mas por quê? Ele é tão bonito, não me parece muito perigoso ou mal humora…’o pequeno hobbit disse, encostando num grande piano que se encontrava no meio do salão.’
‘SAI DE PERTO DO MEU PIANO, SUA COISA ESTRANHA, CHATA E FALADEIRA.!!!’ A Fera gritou, soltando dos braços da sua amada e agarrando-se no piano branco.
‘Viu só? Por isso é conhecido por Fera. Na verdade, ele havia sido enfeitiçado e antes era um monstro horrível…’ Bella confidenciou.
‘Como se conheceram?’ Alice quis saber, afastando-se do grande piano, enquanto A Fera olhava ameaçadoramente para ela.
‘É uma história longa, mas tenho certeza que será bem contada por um grande e belo vampiro contador de histórias…’ Bella disse.”
- Então isso quer dizer que você vai me contar a história da Bella e a Fera, titio? – Nessie quis saber.
- Shhhh. Monstrinha. Não arruíne a brincadeira. Isso é spoiler. As pessoas que lêem minhas historinhas não gostariam de saber as coisas por antecedência…
- E alguém lê às suas histórias, titio? – ela me perguntou.
- Bom… Ainda não. Mas eu pretendo fazer com que todos no mundo leiam. Eu vou conquistar a internet…
- Como? – ela quis saber.
- Simples. Todo mundo tem um vídeo no youtube dançando Single Ladies… Justin, Joe Jonas, os carinhas do Glee… Até um bebezinho… Então eu vou lançar meu vídeo de fraldas, dançando Single Ladies com um cartaz dizendo: “Por favor, leiam minhas historinhas”.
- Sabe que serão três semanas de castigo, né? – ela me disse. Sim, eu sabia. Não precisava ser Alice pra saber que Rose me castigaria. Mas era um preço que eu correria.
- Sim… E a história? Ah, sim.
“ ‘Então, estão indo para o sul? Ótimo, Edward e eu vamos com vocês.’
‘Posso levar meu piano?’ Edward perguntou.
‘Não comece… Hoje eu não tô boa!’ Bella disse.
‘Nossa, meia hora com Rosmaria e já está assim. Este é um novo recorde. ’ Josper disse.
‘Cala a boca. Pior foi o que você fez com Rapunzel. A coitada está tão depressiva que nem quer mais descer da torre. E você, ô do nariz tortinho… Deixa de presepada, deixa esta porcaria de piano ai e vamos logo. ’
Então eles seguiram por mais um bom caminho até que, de repente, de algum lugar surgiu a temida criatura careca e desesperada para roubar o anel de pureza da pequena Cachinhos de bronze.
‘Meu precisoooooo,’a criatura gritou.
‘Céus, quem é esse?’ Cachinhos perguntou.
‘Emmeagol… Costumava a ser uma linda criatura, forte e musculosa, mas sua obsessão por ter um anel da pureza o fez ficar dessa forma, careca, feio e com grandes olhos… ’ Alice disse.
‘Mas pra que ele quer um anel desses?’ Cachinhos perguntou.
‘Ele queria ser o 4º integrante dos Jonas Brothers…’ Alice disse.
‘Mas todos eles têm cabelo…’ Cachinhos disse.
‘É, ele tentou ser Britney cover também…’ Alice disse.
‘Emmeagol, ninguém usa mais esses anéis… E a Britney tem cabelos agora. Não há uma chance de você voltar ao normal?’
‘Bom… Há uma maneira. ’ Disse o ex-lindo, mas quem sabe futuramente voltaria a ser, Emmeagol. ‘Um beijo de amor de uma linda donzela’.
‘Tô fora… tchau…’ Rosmaria disse.
‘Calma, Rosmaria, ele tem razão. O beijo de amor é a coisa mais poderosa do mundo inteirinho.’ Josper disse.
‘Beija você, então. Veste um maiô preto, aproveita que tá na moda e manda brasa… Não há chance de eu beijar esse monstrinho horroroso…’ Rosmaria bravejou.
‘Nem se te dermos todo o ouro de Nárnia e do Condado?’ Alice ofereceu.
‘Não!’ Rosmaria disse.
‘Nem se eu compuser uma música exclusiva pra você em meu piano?’ Edward disse.
‘Não meu bem, Caetano já compôs Você é linda…’ ela disse.
‘Nem se fizermos uma estátua em sua homenagem dizendo A princesa mais linda de todos os reinos?’ Cachinhos disse.
Seus olhinhos brilharam…
‘Posso ter uma faixa e uma coroa também?’ ela pediu.
‘Claro, só beije logo esta criatura, estou ficando com pena. ’ Cachinhos disse.
Então, a linda garota beijou (com nojo) a criatura que se tornou num belo príncipe, mais belo do que a Fera. Ela se apaixonou logo em seguida.
Seguiram até a joalheria mais chique do centro de Um Reino Tão Tão Distante onde conseguiram um anel maravilhosamente lindo para Cachinhos, mas esta resolveu trocar por um pingente em formato de lobo.
‘Achei horrível. ’ A Fera opinou, mas ninguém deu à mínima.
Então, chegada a hora de ir embora, A sabichona disse:
‘Preciso arranjar sapatos de rubi para que você possa ir para casa. Bella, vá buscar, por favor.’
Bella foi até a pequena loja de sapatos e trouxe um All Star de rubis.
‘Mas, que diabos é isso? All Star? Eu queria uma sapatilha, você está influenciando mal a menina… Daqui a pouco ela vai querer usar legging e all star no vestido de baile… ’ Alice murmurou.
‘Achei mara!’ Bella disse.
‘Vamos, minha menina, calce e repita comigo, batendo os pezinhos: Não há lugar como nosso lar… ’ O lindo príncipe Emmeagol disse.
‘Não tem frase mais brega do que essa não?’ Rosmaria perguntou. ‘Sério, esta é quase tão brega quando Você é minha vida agora, ou O leão se apaixonou pelo cordeiro. Realmente, é um cordeiro estúpido, onde já se viu… ’ ela continuou resmungando, mas ninguém deu atenção a ela.
‘Não há lugar como nosso lar…’ ela disse, sumindo no ar.
‘Poxa.. Que chata. Era pra ela repetir três vezes… Até aqui essas crianças com mania de interromper.’ Disse o príncipe Emmeagol.
Então a pequena Cachinhos de bronze voltou para o lado dos seus avós paternos que não apareceram na história, pois precisavam de um momento a sós e mandaram a menina passear na floresta.
E Fim.”
- Puxa tio Emmett… Eu adorei a historinha. – ela me surpreendeu, estando acordada.
- Monstrinha! Você está acordada. Que bom você ser tão exibida quanto seu pai, pôde ouvir a historinha toda.
- Nós também ouvimos, Emmett. – Edward disse atrás de mim, acompanhado por Bella. – Apesar de pequenos deslizes, a historinha ficou bem legal.
- Puxa, mano, valeu. – eu falei, emocionado. Puxa vida, dessa vez deu tudo certo. Edward até parabenizou a minha historinha. Que feliz!
- Boa noite tio Emmett, eu amo você. – minha pequena monstrinha disse, me dando um abraço antes de ir à terra de Morpheu. Não sei o que isso significa, mas Edward disse isso uma vez quando ela foi dormir. Se fica perto de Nárnia,vou pedir para ela me levar.
Resolvi então continuar a ler meu livro. Mas por algum motivo eu não conseguia. Senti aquela vibração de costume tremendo em meus pés, subindo pela espinha e chegando à minha cabeça. Sim, eu estava tendo uma idéia.
Peguei minha câmera que havia sido presente de aniversário do cachorro. Nossa, que bondade a dele. Mas eu não tinha certeza se ele deu pela bondade ou porque sabia que eu faria alguma coisa que provavelmente irritaria a Rose.
Fui para o meu quarto, liguei a câmera e comecei a gravar a minha versão de Single Ladies. Estava perfeitinho: maiô preto, salto, topete e o cartaz com o apelo para lerem as minhas historinhas.
. . .
Meu erro maior não foi ter filmado isso.
Meu erro maior não foi ter deixado a porta aberta para que Rose pudesse entrar repentinamente no quarto e ver a cena.
Acho que meu erro foi ter deixado meu kit marceneiro para jovens vampirinhos à vista, mas eu não lembro bem como aconteceu. Só sei que Rose odiou quando olhei para ela e cantei “ ‘Cuz if you liked it then you should have put a ring on it”. Ela arrancou meus dedos por causa disso.
Então, dessa vez, minha querida monstrinha está digitando para mim a troco de que eu conte uma historinha específica para ela depois. Qual é? Não sei ainda, ela não me disse. O que me conforta é que Alice também não sabe, ela não prevê o futuro de Nessie.
Monstrinhos e Monstrinhas, aqui o tio Emmett (e Nessie) se despede, com muito amor, músculos e sem dedos.
As Historinhas de Ninar do Tio Emmett são escritas pela Julyte, e você pode ler outros trabalhos dela na página dela no Nyah, clicando aqui.

Historinha de Ninar do Ti Emmet - A Pequena Sereia

E chega a hora de mais uma historinha divertida contada pelo Tio Emmet! Com vocês, A Pequena Sereia, escrita pela Julyte. Boa leitura!

A Pequena Sereia
Estava eu no meu quarto, no andar de cima, investindo em um novo hobby: desenhar. Nessie estava sentadinha do meu lado, assistindo o Rei Leão. Puxa vida, como ela gosta daquele desenho. Aposto que Edward também, principalmente antes do almoço, para abrir o apetite. Eu prefiro o Irmão Urso. Aquele urso grande e forte daria uma ótima refeição. Assim que acabou o desenho, ela virou-se para mim, interrompendo o que eu estava fazendo (para variar…) e disse:
- Tio Emmett, você não quer me contar a verdadeira história do Rei Leão? – ela me perguntou.
- Melhor não… – eu disse a ela.
- Ah, titio, por favor. Por que não?
- Imagine uma história cheia de animais e vampiros vegetarianos? Ao invés de Hakuna Matata eles cantariam “A Cullen que Mata”. – eu disse, referindo-me a uma história sobre Bella e os animaizinhos.
- Ah. – ela se convenceu.
Estávamos a sós de novo, Renesmee e eu. Edward leu meus pensamentos felizes da última vez e concluiu que eu não faço as coisas por maldade. Mas tive que cancelar minha conta no youtube, para não ter perigo de postar mais vídeos… Uma pena… Estava cheio de idéias para essa próxima temporada. Ia fazer um remake de Lost onde finalmente descobririam qual era o monstro da Ilha…
Rose.
Não que a minha ursinha seja um monstro… Claro que não. Mas às vezes ela tem umas atitudes que não condizem com as de uma pessoa carinhosa e esposa amorosa… Como naquele dia na praia – não em La Push, é claro… Rose disse que iria até para alguma praia onde tivesse saída de esgoto para o mar, pois o cheiro seria mais agradável – que eu construí uma réplica do Taj Mahal de areia em tamanho real para mostrar o meu amor por ela, mas ela derrubou, pois estava atrapalhando a vista. Nessie estava aprendendo a nadar com o pai e ela não queria perder esta cena. Mas eu não me importei… Não sei se foi toda aquela água do mar, areia ou a surra que eu tomei daquele golfinho, mas aquele dia da praia me fez pensar em uma ótima historinha para contar à Nessie.
- A Pequena Sereia? – Nessie me perguntou.
- Sim… – eu disse, enquanto colocava minha monstrinha preferida na cama dela. – A história de AriBells.
- Hum… Por mim, tudo bem. – ela sorriu, lembrando do apelido ridículo que Chefe Swan deu à filha. No último natal eu improvisei a minha versão de Jingle “Bells”, mas Bella não gostou muito. – Pode contar.
- Então, tá.
“Era uma vez uma sereiazinha chamada AriBells. AriBells vivia com seu pai, o rei, num castelo no fundo do grande lago da cidade de Forks…”
- Mas eu pensei que as sereias viviam no mar. Ariel vive no mar… – Nessie disse.
- Qual a praia mais próxima de Forks? – eu perguntei, mas não esperei que ela respondesse. – La Push, baby, La Push. Se AriBells para morasse lá, provavelmente Renesmee Carlie Cullen nasceria Renéchel Billie Black.
- Não entendi. – ela disse. Oops, eu esqueci que ela não sabe a respeito de Jacob e a mãe dela antes do casamento de Edward e Bella. Melhor mudar de assunto antes que ela pergunte aos pais e eu fique sem outra parte do corpo.
- Han… É que… Tipo… Ela mora no lago perto de Forks, pois ela é alérgica à água salgada. – eu disse e sabia que ela tinha aceitado a justificativa. – Então…
“AriBells tinha duas amigas… Uma peixinha dourada e mal humorada chamada Rose que, contra a sua vontade, seguia AriBells aonde ela ia por falta de ter com quem andar e uma gaivota muito tirada a saber tudo o que estava acontecendo que se chamava Alice e habitava a superfície. Rose e AriBells iam juntas à escola para sereias e peixes no fundo do lago onde AriBells tinha outros amigos “sereias”, mas sua vida andava incompleta. Até que um dia elas tiveram uma aula de biologia e o professor falou sobre as espécies que existiam na superfície.
“Humanos… Humanos são sereias que andam em duas pernas”.
“O que são pernas?” Bella perguntou.
“É a extensão do corpo deles que substitui as nadadeiras. É como eles se locomovem. Eles se equilibram nelas. “
“Deve ser difícil… ” AriBells concluiu, imaginando como deve ser se equilibrar. Ela lembrou que nunca havia visto um humano, então passaria na pedra de Alice mais tarde para perguntá-la.
Então o professor de biologia mostrou uma foto dos humanos…
“Essa espécie chama-se robertus Pattinsons” o professor disse, revelando uma foto de um garoto branco, de olhos verdes e cabelos ligeiramente bagunçados. “Esta espécie é rara, conhecida por sua beleza e atrai muitas fêmeas da sua espécie. Pode desenvolver fobia às grandes multidões histéricas. “
“Cruzes… Que horror. ” Rose disse.
“Eles não tão bonitos quanto eu pensei que fossem… ” Concluiu a sereiazinha. Mas queria vê-los de perto.
Então, decidiu que iria até a superfície à noite, contrariando a lei que o seu pai impusera: “Todas as sereias, especialmente AriBells, devem ficar longe da superfície e dos humanos, principalmente os de sexo masculino que possuem grandes topetes bronze e hormônios aflorando.”
“Por mim você vai… ” Rose, a peixinha disse, com descaso. “Agora, se um humano horroroso resolver te devorar ou fizer de sushi, o problema é seu”.
“Ah, Rose, não seja mal humorada. Venha comigo, vamos ver Alice. ” AriBells pediu.
“Aquela gaivota alucinada? Mais parece uma gralha, não cala a boca… Prefiro ficar por aqui… “
“Então fique… Aproveite e faça companhia ao Golfinho Seth”.
Rose viu aquela criaturinha jovem e feliz que estava atrás das duas.
“Ai Rose, que bom, vamos ser melhores amigos para todo o sempre. Podemos dar cambalhotas na água, procurar plânctons para o lanche, trocar depoimentos no Orkut. Eu posso até te apresentar aos meus amigos… Tem um peixe-cão que você iria adorar, o nome dele é Jac…”
“Pensando melhor, eu vou com você. ” A peixinha saiu em disparada atrás da sereia. Alegria em excesso deixava-a enojada.
Na pedra de sempre, estava sentada a gaivota Alice.
“Por que vocês demoraram tanto. Estava esperando vocês há horas. É claro que eu sabia que vocês estavam vindo me ver, porque eu sei tudo, né? E posso até me atrever a dizer que eu sei porque vieram aqui e tudo o que vão me perguntar, afinal…” a gaivota disparou a falar.
“PÁRA DE FALAR!!!.” Rose gritou. “Caramba, como é que você não engasga na própria saliva? Eu não tenho tanta sorte… “
“Então, Alice, alguma novidade?” AriBells tentou melhorar o clima de tensão.
“As de sempre. Mas é uma boa hora para investir em ações e no mercado imobiliário, que está em alta em Oz. Ouvi dizer que está chovendo casas por lá. A Dorothy, de Kansas, saiu voando pra lá. ” Ela disse. “Não estão interessadas?”
“Você é uma gaivota ou uma mula?” Rose perguntou. “Não vê que não podemos sair da água?”
“Por falar nisso, eu queria perguntar algo a você… Você já viu um humano?” AriBells perguntou rapidamente.
“Você quer dizer, aquelas coisas que andam em duas pernas? Sim… Os vejo todos os dias.”
“Onde?”
“Sua bobinha desatenta. É só olhar para frente. “
AriBells viu uma grande construção branca à beira do lago e ficou encantada com a imensidão da casa com grandes janelas de vidro.
“É claro que esta espécie é um pouco diferente dos humanos normais. Atrevo-me a dizer que não são exatamente hu…” a gaivota disparou a falar de novo.
“Shh… Só um instante, Alice.” AriBells pediu silêncio.
De dentro da casa, uma linda melodia atingiu os ouvidos da Pequena Sereia e essa se sentiu inspirada para cantar. As sereias eram conhecidas por suas vozes de anjo e por encantarem os humanos com elas. . . .
É claro que AriBells era uma exceção. Quando ela entoou uma nota alta, uma das janelas se quebrou e mãos pesaram sobre o piano.
“Que diabos…?” O pianista disse, colocando a cabeça para fora de casa. AriBells pôde ver o grande topete bronze do garoto e ficou encantada.
“Como ele é lindo. ” Pensou ela. “Qual será o nome dele”?
“Edward… ” A gaivota disse.
“Como sabe?” AriBells perguntou.
“Eu sei de tudo…” Disse Alice, sabichona. “Além do mais, está escrito na caixa de correios dele, vê? Edward Cullen. “
“Não imaginei que os humanos eram tão bonitos. ” AriBells suspirou.
“Pois eu o achei muito feio… ” Rose disse, mas ambas ignoraram seu mau humor.
Mas algo havia acontecido. O cheiro da Pequena Sereia havia atraído o humano para a margem do lago.
“Quem está aí?” Ele gritou. “Sinto cheiro de flores. “”
- Cheiro de flores? Dentro de um lago? – Renesmee olhou-me, franzindo sua pequena testa.
- Você quer que sua mãe cheire a peixe? Algas? Eu não acho isso atraente… E com certeza seu pai também não acharia. – conclui. Eca, cheiro de peixe era quase tão ruim quanto o cheiro do Cachorro. – E quer parar de falar, me interrompendo? Mas que mania! Então…
“Edward estava parado na margem do grande lago de Forks, sentindo cheiro de FLORES que vinha de AriBells.
“Quem está aí? Eu ouvi um gato sendo torturado. ” Ele disse, referindo-se ao canto “harmonioso” da pequena sereiazinha.
“Sou eu. ” Ela respondeu.
“E quem é você? A neblina não me deixa vê-la. ” Ele quis saber.
“Sou A-Aaaaaaaaa” ela disse, assustando-se com o enorme navio que apareceu… “” eu disse, mas de repente um pensamento que não era meu me veio à cabeça. E como esse navio foi parar em um lago? Quando olhei para baixo, vi a mãozinha estendida da minha sobrinha tocando o meu braço. Ela usou seu talentozinho para me interromper.
- O que foi? Você disse “E quer parar de falar, me interrompendo?”… Não estou falando, estou pensando. E penso que é geograficamente improvável um navio ter acesso ao lago…
- Era o navio do Capitão Gancho, aquele que voa, sabe? O capitão desse navio pediu emprestado, pois o dele estava na manutenção. – eu inventei.
- E quem era o capitão desse navio? – ela perguntou.
- O capitão mais temido, mais destemido e mais bonito que já houve em todos os vinte…
- Sete… – ela me corrigiu.
- Sete Mares!
- Barba Negra? – ela me perguntou.
- Não.
“ “Quem é você?” Edward perguntou mais uma vez.
“Refere-se a mim ou a garota com rabo de peixe que está ali embaixo?” ele apontou para a AriBells.
“Ele é Ja…” Alice começou a dizer, mas o Capitão concluiu.
“É Capitão Jammet Sparrow, criaturinha falante e sabichona do mar. ” ele disse, revirando os olhos. “Soube que por esta região há um grande monstro mal humorado que perturba a paz de todos… “
“Não, não… De mal humorada aqui só temos a Rose… Ouch ” AriBells disse, levando uma nadadeirada da peixinha.
“Aproveite a água do lago e lave sua boca pra falar de mim. ” a peixinha disse.
“Ah. Aqui não é o lago Ness, na Escócia? ” Ele perguntou.
“Não… Ness talvez no final da história, se os protagonistas ficarem juntos” a gaivota falou ao pirata.
“Ô gralha, sem spoiler, por favor. Eu não li o último livro ainda… ” Rose disse à gaivota.
“Hum… Então, eu volto outra hora. ” Ele disse, saindo de cena. Todos ficaram boquiabertos com a figura excêntrica, porém bela e musculosa que surgiu.
Quando viu que o Edward a olhava com curiosidade, distante na margem, as bochechas da sereia ficaram vermelhas de vergonha. Ela mergulhou na profundidade do lago e sumiu de vista. Rose, nadando logo atrás, a seguiu até que ela parou bruscamente.
“Tá doida, menina? Sai nadando assim, sem avisar, me deixando com aquela maluca?” Rose disse. “Pelo menos voltou pra cá. Não volto mais à superfície, terrinha de gente doida”.
“Tenho que arranjar algum jeito de ir a terra firme”. Ela disse, para o espanto do peixinho. “Agora, vejamos… Quem deve saber uma maneira de eu conseguir ir até lá?” A peixinha olhou incrédula para a sereia.
“Olha… Aquele peixe palhaço deve saber alguma coisa, mas eu acho que não…”
“Obrigada Rose” ela disse, nadando em direção ao território sombrio do lago. Rose, contra a sua vontade, foi também.
No meio do caminho, elas pararam para pedir informações. Encontraram uma bizarra criatura com dentes afiados e de pele de coloração esquisita e porosa… “”
- O que Aro estava fazendo no fundo do lago? – Nessie perguntou.
- E quem falou em Aro? – eu disse, enquanto um frio corria na minha espinha. Morro de medo dos Volturi, em particular daquela criaturinha pequena e loira, a Jane. Poucos sabem, com exceção da Rose, mas o real motivo de Alec ter nos atacado com aquela “fumacinha” quando teve aqui foi porque eu abaixei as calças e mostrei, sacudindo, meu bumbum, seguro de que o campo de força de Bella iria nos proteger. – Não, sem ligação com os Volturi.
“ “Olá amiguinhas, hehehehehehehe” A criatura sorriu para AriBells e Rose. “Eu sou o Bob Esponja. Venham ser minhas amigas e vamos caçar água viva.”
“Er… Desculpe, mas preciso achar o peixe palhaço. Sabe onde posso encontrá-lo?”
“Você pode vir pela manhã, eu trabalho no Siri Cascudo. Lá serve um ótimo hambúrguer, e tem o Lula Molusco… “
“Olha, eu realmente preciso ir, sabe, é que eu preciso…” ela tentou gentilmente interromper.
“E podemos fazer campeonatos de bola de sabão…”
“CARAMBA, mas será que você não percebe que estamos com pressa? Que coisa mais chata. Não é a toa que é quadrado e ninguém quer ser seu amigo. Você não devia morar num abacaxi. VOCÊ É UM ABACAXI.” Rose disse, vendo os olhos da pequena esponja se encherem de lágrimas. “E me poupe de suas lágrimas. Eu quero saber onde encontro o peixe palhaço. E se dê por agradecido, se não eu rumo a minha nadadeira em sua cara e separo mais ainda esses dentes feios. “
“Naquela anêmona ali” Bob apontou, fungando. “O nome dele é Jasper… “
AriBells olhou intrigado para Rose. “Sabe, você podia ser um pouco mais amável com os outros. “
“Não me irrite não, que a nadadeirada vale pra você também. Vamos ver logo esse peixe palhaço. ” Ela disse, nadando na frente.
Ao chegarem à anêmona, elas chamaram o peixe palhaço.
“Que-quem está aí?”
“Somos AriBells e Rose. Viemos perguntar se sabe alguma maneira de ir a terra firme?” a sereia perguntou. Silêncio. “Alô? Jasper? Você pode sair?”
“Não… ” ele disse, apenas colocando sua cabeça para o lado de fora, olhando de maneira assustada para as duas. “Estão me seguindo” ele disse.
“Deixe de presepada. Essa novela já acabou. ” Rose disse a ele. “Eu só quero uma informação. Por mim, pode ficar aí dentro, nem quero ver sua cara. Só quero saber como é que eu posso fazer esta criatura insuportável aqui ir a terra firme pra ver se ela desencalha e me deixa em paz. “
“Vão até a caverna da Bruxa do Mar. Ela saberá o que fazer… Mas não diga a ela que eu mandei vocês. Tenho medo dela. “
“Aproveite e quando estiver em Oz, vá ver o mago” Rose disse à AriBells enquanto se afastavam da anêmona. “Peça um pouco de coragem a esta criatura. “
AriBells cogitou a idéia de pedir um coração para a sua amiguinha também, mas ficou com medo da nadadeirada. Então elas seguiram até a caverna da Bruxa do Mar.
“Alô? Bruxa do Mar?” AriBells gritou, mas ninguém respondeu. “Será que não tem ninguém em casa?”
“Aparentemente não… Ou ela sabia que você estava vindo e se escondeu… Vamos acabar logo com isso. ” A peixinha logo entrou e pegou um frasco que continha uma pequena poção. “Aqui diz: Aquele que entrar em contato com a poção se tornará humano por cinco horas. Caso queira permanecer humano você deverá beijar um antes do prazo. Contra indicações: Caso passe às cinco horas e você não beijar o humano, algo terrível acontecerá. Em casos de vampiros, lobos ou outras criaturas mitológicas, consulte o seu médico. “
AriBells abriu o frasco.
“Cuidado com esse negócio para não cair em mi…” a peixinha disse, mas já era tarde demais. AriBells, atrapalhada, deixou cair o frasco, derramando a poção e entrando em contato com as duas.
Rapidamente, Rose ganhou pulmões e seu corpo se transformou em uma linda humana de longos cabelos dourados. AriBells, por sua vez, criou pernas ao invés da longa cauda de peixe. Rapidamente elas nadaram até a superfície.
“Você está bem?” Rose perguntou ofegante.
“Sim… Puxa Rose, que consideração… Esse corpo está fazendo bem a você” AriBells disse, enquanto nadavam até a margem.
“Bem uma ova… Eu só queria saber se está bem, pois agora eu vou te matar. Olhe pra mim, eu virei uma humana… HUMANA. Comedora de peixe e adoradora de cães… Que nojo!”
“Deixe de bobagem, Rose. Você está linda. ” AriBells disse, tentando ficar em pé em terra firme, mas caia toda vez que tentava. “Esse negócio de andar é mais difícil do que eu pensava. Como está se saindo Rose? Rose?”
Olhando o seu reflexo na água, Rose viu a linda criatura que se refletia. Permaneceu vinte minutos contemplando a figura dourada que estava ali. Estava tão encantada que se jogou para tentar alcançá-la, mas começou a afundar e a se afogar.
“Rose!” AriBells gritou. “Socorro, minha amiga está se afogando. “
De repente, três figuras saíram da casa. Uma delicada criatura de cabelos caramelos, o pianista de cabelo bronze e uma figura alta de cabelos loiros. Rose estava inconsciente quando a figura loira havia se atirado na água para salvá-la.
“Só há uma coisa a fazer. ” A figura loira chamada Carlisle disse. “Edward, me ajude aqui”.
“Agora não, Carlisle.” Edward disse, contemplando a menina à beira do lago. Ela tinha o cheiro de flores que ele tanto havia gostado e era desastrada ao ponto de não conseguir se equilibrar em suas pernas.
Então, Carlisle mordeu a garota, transformando-a instantaneamente em vampira”.”
- Pensei que o processo durava três dias. – Nessie me interrompeu novamente. Será que Edward ficaria zangado se eu amarrasse e amordaçasse esta criança?
- Não dispomos de três dias, Nessie. – eu justifiquei. – E, por favor, NÃO INTERROMPA MAIS O TITIO!
“Então o pai de Edward transformou Rose em vampira. Quando viu no que tinha se transformado, a garota deu um chilique.
“Seu imbeciiiiiiiiiil. Energúmeno. Eu lá queria virar vampira? Eu te pedi alguma coisa? Infeliz!”
Atraído pela gritaria, Capitão Jammett Sparrow veio ao encontro da criatura mal humorada. “Eu naveguei os vinte… “
“Sete. ” a delicada criatura de cabelos caramelos corrigiu.
“Sete mares atrás de uma criatura tão bela e mal humorada. Você não sabe o quanto eu esperei por você. “
“Cara… ” Edward se manifestou. “Essa fala é minha. Eu ia usá-la daqui a pouco. “
“Mas quando você fala soa tão clichê. Ao invés disso, vá arranjar uma roupa para a menina humana que está usando esse biquíni de conchinhas. “
“O meu nu te incomoda?” AriBells perguntou.
“Bom… A mim, um pouco. ” Edward confessou. “Não acho prudente. Devíamos esperar até depois do nosso casamento. “
“Mas eu preciso que você me beije em vinte minutos, se não o prazo vai acabar e eu voltarei a ser sereia. “
“Só depois do casamento. ” Edward disse. “Enquanto isso, por que não vamos nadar com os golfinhos, escalar as montanhas, tocar piano?”
AriBells olhou incrédula para Edward. “Não. Você não sabe o quanto EU esperei por você. “
“Querem parar com isso? Essa fala é minha!” Edward se irritou. “Agora eu não vou beijá-la e ponto. “
AriBells não se conteve, derrubando o pobre Edward no chão, segurando o seu rosto e dando um beijo. De repente, sua pele ficou pálida e seus olhos dourados.
“Viu só o que você fez?” Edward exclamou. “Não é assim que a banda toca… Eu tinha que compor uma música, fazer você se apaixonar por mim, fazer doce quando você tentasse me agarrar à força, aí sim você deveria se transformar em vampira. “
Então, extremamente irritado, mas vendo que não tinha saída, o vampiro Edward casou-se com AriBells, assim como o belíssimo capitão casou com a linda e mal humorada vampira. Depois que se acostumou com a idéia, Edward viu que não foi tão ruim assim e eles viveram felizes para todo o sempre. E fim”.
Olhei a criaturinha adormecida na caminha. Mas será?
- Eu não acredito que Renesmee dormiu de novo. – eu saí bufando do quarto, não reparando que tinha companhia.
- Mas é claro. São histórias para ninar… – Rose disse, chegando de fininho.
- Ursinha! Você chegou! – eu disse, dando um grande abraço de urso em Rose.
- Sim, resolvi fazer uma surpresa e chegar mais cedo. Nós podíamos alugar um filme ou alguma coisa assim. – ela disse, abrindo a porta do nosso quarto. – Mas que diabos…?
Oh-oh.
Eu esqueci meus desenhos espalhados no quarto. Sabem, eu sou muito fã da série Lost e resolvi tentar fazer um final alternativo, descobrindo que Rose era o monstro da ilha. Aparentemente a minha ursinha não gostou do desenho que eu fiz dela.
- EMMETT! – ela gritou com o grande cartaz na mão.
- Ah, ursinha. Cadê o seu amor à arte? – eu quis saber.
- Amor à arte? Este lixo? Por favor, Emmett, você me desenhou com quatro braços, antenas e VERDE!
- Verde fica tão lindo com seu tom de pele, amoreco! – eu tentei justificar.
- Isto está ridículo! – ela gritou.
- Você acha que a esposa de Van Gogh tentou impedi-lo? Não, ele o estimulava.
- Quer estímulo? Eu vou te dar um estímulo. – ela perguntou, se aproximando.
Não lembro exatamente como foi que Rose se descobriu uma artista. Os outros adoraram sua pintura e sua escultura, mas sinceramente eu não gostei tanto assim. Sabem, ela levou essa idéia de Van Gogh muito a sério, então ela pintou um retrato meu e arrancou a minha orelha para colar nele.
O que ela fez com o resto?
Fez sua própria versão de Davi, do Michelangelo, misturada com a Vênus de Milo.
Então cá estou eu, nu na sala com apenas uma folha de videira cobrindo as minhas vergonhas e sem meus braços. Ainda bem, pois eles estão escrevendo para vocês.
Assim que Rose acabar com isso tudo, contarei mais historinhas.
Com muito amor, músculos e vergonha por estar quase nu (e sim, o nu alheio ainda incomoda Bella) no meio da sala,
Tio Emmett.

Série Diários do Vampiro

Série Diários do Vampiro


O despertar : Irmãos e inimigos mortais, Damon e Stefan Salvatore são assombrados por um passado trágico. Vivendo nas sombras desde a Renascença italiana, eles estão condenados a uma vida solitária: são vampiros. Séculos mais tarde, o destino parece levá-los a percorrer o mesmo caminho que um dia os conduziu àquela vida amaldiçoada e eterna.Em Fell´s Church, na Virgínia, Stefan conhece Elena Gilbert, uma adolescente bela e popular. No encalço de Stefan, Damon procura vingança, e logo Elena se verá divida entre os dois irmãos - e entre o amor e o perigo. Antes de Crepúsculo, um triângulo amoroso entre dois vampiros e uma bela jovem conquistou uma enorme legião de leitores. O Despertar, primeiro volume da série de L. J. Smith foi lançado originalmente em 1991.

O Confronto : Segundo volume da série que já conquistou milhares de leitores no Brasil. Elena está apaixonada e tem certeza de que Stefan é um amor para a eternidade. Mas a cada vez que Damon se aproxima, fica evidente um vínculo profundo entre os dois.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Avisos

Genteee.
Desculpem-me pelo abandono literario, isso aconteceu comigo também.
Além da ofensa a minha inteligencia e ao meu bolso, (to sem grana pra comprar livro), houveram algumas mudanças aqui.
Entraremos em reforma, Logo estaremos de cara nova.
E teremos coisas novas aparecendo por aqui.
Aguardem vai ficar show.
Continuaremos com a mesma dinamica, colocando coisa boa e dando nossas opiniões, falando mal também.
Rs*.
Bom pessoas é isso aí, como diria a Ana Carolina.
Mais novidades Só acompanhar.
Bejinhus ♥

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Kellan e Freddie Kruguer


Fonte: BlackBookTradução: Talyta Freitas
Kellan Lutz Fala De ‘Lua Nova’, Robert Pattinson e Freddie Krueger
Quando Kellan Lutz decidiu se juntar a família Cullen na saga Crepúsculo, ele não poderia ter possivelmente previsto a magnitude do furacão no que ele estava a ponto de ser levado. Agora, se ele está deixando a academia ou uma sessão de fotos da BlackBook, ele é seguido por um bando de fotógrafos procurando satisfazer a sede insaciável de sangue de Crepúsculo. Lutz, que interpreta o irmão fortão do Edward de Robert Pattinson (e aparece na versão de Pesadelo na Rua Elm no fim do próximo ano ), está atualmente em Vancouver filmando Eclipse, a continuação de Lua Nova, estreando neste mês de Novembro (como se vocês não soubessem). Nós ligamos para ele no dia antes que ele fosse chamado para se dirigir ao norte e falamos sobre como é ser um ator jovem em ascensão em Los Angeles e a loucura que é Crepúsculo e os seus fãs.
Ir a audições te deixa nervoso?Não, eu amo. Sempre luto por elas e odeio quando alguns agentes nos fazem gravar uma fita e enviar ao diretor de casting. Eu gosto de ganhar a sala, se isso fizer sentido; sair com os diretores de casting e conversar com eles. Uma audição é 50 % saber as suas falas e outros 50 % é ser apresentável.
Então com é ser um ator jovem em Los Angeles?Tem aberto meus olhos, com certeza. Eu realmente não gosto da LA. Não vou à praia, não uso as coisas que estão em LA, realmente não vou a boates.Por que você não gosta de ir à praia?Moro no Valley, então é meio que uma viagem ir lá. E para mim, sempre que eu vou viajar apenas jogo tudo em uma mala. Realmente não planejo roupas ou algo assim então vou jogar um monte de coisa dentro, e quando vou à praia fico tipo, “Ok, preciso de um monte de bolas, toalhas, sandálias, tenho de levar meu bastão de lacrosse em caso de eu querer jogar, e uma bola de volei.” Sabe, leva uma hora para encontrar tudo e depois você tem de dirigir até lá. É simplesmente cansativo. E ninguém realmente entra na água em LA, a menos que você surfe. Há só um mês ou dois onde você pode entrar de fato na água sem um macacão de mergulho.
Então você evita a ostentação da vida noturna de LA?Há alguns lugares que você deve ir. Na noite passada fui a festa da InStyle e foi muito benéfico para mim encontrar os editores e curtir com eles. É tudo sobre fazer relações - verdadeiras de relações, você não precisa ser falso. Você apenas conversa e constrói aquele laço para futuros compromissos. É realmente estranho ver outros atores que vão a cada coisa, cada festa po aí. Não me interessa muito.
É um jogo que você sente que tem de jogar?Não, não realmente. Novamente, estar em L.A. é meio como a escola. Você vai para matemática, então você vai para geometria e depois álgebra. Mudou tanto desde quando me mudei a primeira vez para cá. Agora é uma cidade deprimente.
Ouço que você é bastante legal com os fãs de Crepúsculo, de quem ouço que podem ser um pouco exageradas.Sou extremamente abençoado por ser uma parte dessa franquia. Eu não sabia essa série e eu não sabia que tinha tanto seguidores. Gosto de ir a convenções. Por isso adoro Will Smith. Ele vai a cada estréia em cada país. Realmente admiro isso porque os seus fãs são aqueles que vão aos seus filmes, e não precisa muito para mostrar a sua afeição. As Twilight moms fizeram plaquinhas estilo do exército e gravaram coisas realmente legais nelas.
O que é uma Twilight mom? Estou presumindo que são pais que levam seus filhos a essas coisas?Bem na verdade a maior parte do tempo é o contrário. É engraçado porque as mães são tipo, “Ah, precisamos de uma foto para minha filha, você pode tirar uma foto para minha filha.” E eu fico tipo, onde está ela? E ela, “Ah, uh, ela está de castigo esta semana.” Há grupos de Twilight moms que vão a cada convenção. Essa é a coisa maravilhosa de Crepúsculo. É para todo mundo.
Mas o que acontece quando as fãs chegam ao nível Robert Pattinson onde é simplesmente insano?Bem, é louco porque com toda esta atenção, todos nós estamos lidando com isso extremamente bem. Ainda temos a nossa cabeça no lugar e os nossos pés no chão. Rob está lidando com isso tão bem. Nem posso imaginar estar no lugar dele. Acredito que eu poderia lidar, mas estar confinado em Vancouver e a incapaz de deixar o quarto do hotel ou o apartamento sem ter um motorista e ter de se esconder — principalmente quando ele estava filmando Remember Me, falei muito com ele em Nova York e aqueles fãs foram simplesmente loucos. Não consigo imaginar tentar atuar quando você tem todas aquelas pessoas gritando o seu nome e você está fazendo uma cena emocional.
Você tem algumas cenas de luta em Lua Nova. Você teve de ganhar peso?Essa é a coisa que é realmente difícil para mim. Fiz uns dois filmes depois de Lua Nova e antes de Eclipse onde tive de interpretar um garoto de colegial, como Warrior e Pesadelo na Rua Elm, e é uma daquelas coisas onde amo o meu tamanho – amo ser um garoto grande e ter os meus músculos. Entã ter alguém te falando, “Ei, você pode parar demalhar até que filmemos para você não fica maior que os outros atores?” Estou realmente feliz de tirar uma folga e apenas malhar. É o que o meu personagem é, ele é um cara grande e me deixa feliz ser capaz de comer e repôr apenas aquele peso.
Então você na verdade tem sido forçado a não malhar?
Sim, quero dizer, eles realmente não falaram isso em voz alta.
Você gosta de fazer os seus próprios movimentos de dublê?Amo fazer os meus próprios movimentos. Tento e luto com os produtores para permitirem que eu faça as coisas e é claro que há razões de seguro por que não podemos, mas novamente, quero que seja o meu rosto na tela. Não quero que eles tenham de borrá-la se houver uma cena de luta legal. E muitas vezes posso fazer os movimentos melhor do que o dublê. Uma vez tive de cair 3 metros de uma árvore e o ar saiu todo de mim. Os dublês ficaram tipo, “Deixe sair todo o ar antes que você bata no chão”. Ele é um processo de aprendizagem mas simplesmente amo fazer todos os meus próprios movimentos e sou um viciado em ação. Amo qualquer ação e usar em equipamentos e cair de edifícios. Eu meio que quero ser um dublê também.
Então imagino que você gostaria de protagonizar um grande filme de ação.Sim, quero dizer, a minha equipe e eu realmente estamos nos concentrando nesse gênero. Sinto que não há muitos heróis de ação americanos. Você tem Daniel Craig que é estrangeiro e Matt Damon é impressionante. Adoro as suas escolhas de carreira. Ele faz comédias, de dramas a grandes filmes de ação, como a franquia Bourne.
Como é filmar a nova versão do Pesadelo da Rua Elm?Freddie me assustou quando eu crescia. Assisti muitos filmes de terror com meu pai e meu irmão. Há algo sobre Freddie Kruger atacando no seu sono que me aterrorizava. Quero dizer, isto é provavelmente por que só tenho quatro horas de sono a noite, difilmente sonho. E ter a chance de ser uma parte deste filme, e é um terror psicológico contra um pouco de banho de sangue, tenho sorte. Sou o cara que você quer envolver nisso porque ele é um cara bom que tem esses problemas porque ele não consegue dormir, e ele vê Freddie quando ele dorme, então ele apenas fica acordado.
Você sai com os seus companheiros de elenco de Crepúsculo quando você não está filmando?Eu e Ashley Greene meio que somos — tipo, não as crianças do grupo, mas nós gostamos de jogos. Fui a Toys R Us e comprei o Wii Fitness e toneladas de outros jogos para jogar no hotel, porque estamos sempre no hotel e é difícil sair e não ser seguido por paparazzi ou fãs.
Pessoas te perseguem no hotel?Bem a coisa é, não podemos alugar o hotel inteiro, então os fãs que sabem que estamos filmando lá chegam para ter uma chance de nos ver todos em um só lugar. Eles conseguem quartos e cada vez um de nós sai, eles estão lá. É ótimo falar com eles mas você realmente não pode escapulir.
Qual é a reação deles quando te vêem?Eles são muito nervosos e tímidos. Eles estão tremendo, eles sacodem e tiram a foto, e está tudo borrado então eles têm de fazer de novo. Então há paparazzis que voaram de LA para Vancouver apenas para tirar um monte de foto de nós. Então não são só os paparazzi de Vancouver, são de LA também. Então é ótimo apenas sentir que você está em casa e jogar. Comprei o jogo de Crepúsculo que nunca jogamos até que estivéssemos lá. É um jogo divertido!
Você começou a sua carreira como um modelo, mas quando exatamente você foi mordido pelo bichinho da atuação?Caí no mundo da modelagem pela sorte, mas fiz porque descobri que fotografia é uma paixão minha, e estar em frente da câmera era realmente legal. Então fazendo coisas diferentes e aprender com quem quero fotografar já que os fotógrafos fossem ótimos, consegui uma bolsa para ir à Universidade Chapman para cursar engenharia química em Orange County, e o meu pai sempre viveu em LA, então eu apenas quis fazer as malas e ir lá, mas minha mãe não quis, então fiz de qualquer maneira. Foi apenas algo que tive de fazer. Quando estava em LA, foi extremamente lucrativo com a modelagem — o dinheiro, as oportunidades — LA então foi rápido e eu estava fazendo mais dinheiro e viajando por todo o mundo. Eu apenas meio que caí na atuação como um modo de exibir a minha personalidade.
Qual é o seu restaurante favorito ou o lugar para comer em LA?O Katsuya é um lugar ótimo, um dos meus lugares de sushi favoritos.

Ana fala do Povo da Saga



Anna Kendrick diz que a fama não mudou seus colegas de Twilight
“Eles tem lidado com isso tão, tão graciosamente”, ela diz sobre Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner.

Lembram-se do dia que falamos sobre quais jovens estrelas de Twilight teriam maoir probabilidade de estourar em filmes em 2009 e que se tornariam nomes reconhecidos?
Bem, nós odiamos dizer que nós dissemos, mas muitas pessoas recentemente concluíram no Toronto International Film Festival e aclamaram “Up in the Air” como um infalível candidato ao Oscar. Com data de estréia, em 25 novembro, já chegando, e um pequeno filme chamado “New Moon” vindo pouco antes disso, a hora de Anna Kendrick aparece estar chegando
Em Toronto, encontramos com Anna e ela nos deu respostas rápidas e inteligentes sobre filmar as sequências de “Twilight”, aprimorando seu personagem e se a fama mudou Rob e Kristen.
MTV: Então, Anna, você está no meio da filmagem das sequências de “Twilight”. Qual é sua rotina de trabalho em dias como esse?
Anna Kendrick: Bem, nós começamos a filmar “Eclipse”. Eu ainda tenho algumas coisas para fazer e eles estarão filmando por meses.
MTV: O que acontece com Jéssica em “Eclipse”? O papel é fiel ao personagem do livro ou há novas cenas adicionadas sobre que você está empolgada?
Kendrick: A coisa de interpretar um dos humanos — os personagens não-sobrenaturais na saga “Twilight” — é que nós temos muito mais liberdade de fazer do nosso jeito e de mudar coisas, porque as pessoas não tem aquele comprometimento que tem com os mitos do mundo criado pela Stephenie Meyer, no aspecto sobrenatural. Então nós não temos problema em “viajar” um pouquinho. Nós estamos nos divertindo. Quero dizer, estamos sendo fiéis ao livro, mas com algumas mudanças. Eu espero que sejam divertidas.
MTV: Como David Slade é como diretor?
Kendrick: Ele é ótimo! Ele é tão divertido — eu digo, de novo, nós temos pepéis tão pequenos nisso. Tipo, nós entramos e saímos. Mas ele é realmente divertido, realmente focado e aí do nada ele é hilário.
MTV: Você acha que este é muito diferente dos dois primeiros, por causa das mudanças na direção e por causa do material?
Kendrick: Eu não sei. É bem difícil de se dizer, se estar do outro lado da câmera. Nós entramos e saimos, e gravamos nosso pedaço e nos mandam para casa.
MTV: Eles já lhe mostraram a versão crua de “New Moon” ?
Kendrick: Não. Alguns atores viram, mas eu não.Eu não tive a chance ainda.
MTV: O que os atores que já viram andam falando?
Kendrick: Eles dizem que é ótimo! Tudo que ouço dizer é que é ótimo.
MTV: Obviamente, as pessoas como Rob, Kristen e Taylor explodiram desde o filme do último ano. Teve toda aquele atenção a mais, os paparazzi e tudo aquilo, tornou mais difícil filmar as sequências?
Kendrick: Graças a Deus existem que pessoas que sabem como lidar com isso. Porque a produção foi planejada para manter fora muitos espectadores, mas ainda assim continua sendo problemático. Você sabe que os fãs estão lá e eu acho que isso meio que afeta maneira como você sente as coisas, enquanto está tentando atuar. Mas é apenas uma daquelas coisas que temos que passar por cima. Eu quero dizer que, se há um monte de figurantes na cena é a mesma coisa. Você tem que apenas desligar-se disso.
MTV: Você viu alguma diferença em Rob e Kristen desde que eles ficaram famosos ou eles são os mesmos?
Kendrick: Não, é claro que eles são os mesmos. É claro que sim. Eles são tão equilibrados. Eles estão lidando com isso de uma maneira muito graciosa. Eu realmente não sei como eu lidaria com isso. Eu não cheguei nesse ponto insano! Mas eles conseguem aguentar o tranco.
Fonte: MTV

Qual será?


Há uma enorme especulação nos últimos 2 dias sobre qual filme Robert Pattinson vai ou não vai fazer.

Em uma série de tópicos no IMDB, por exemplo, fãs queriam saber se era verdade se Pattinson tinha sido re-escalado ou se havia desistido do filme “Bel Ami”, onde ele interpretaria um homem imoral chamado George Duroy, baseado num conto de Guy de Maupassant. Enquanto muitos pensavam que ele havia sido substituído ou saído do filme por causa de sua agenda, Gossip Cop pode confirmar que Pattinson ainda está escalado para fazer esse filme.
Mas sobre Robert estar no remake “Dune”, é um rumor que começou no Twitter? Embora seja verdade que Peter Berg queira refazer o filme de 1984, que foi estrelado por Kyle MacLachlan, Robert Pattinson NÃO estará no filme, uma fonte muito próxima do ator confirmou isso a Gossip Cop.
Portanto, é uma dentro e uma fora para Pattinson.
Fonte: CopGossip

Como não amar... ???


Enquanto continuamos as razões para amar nossos atores preferidos de Crepúsculo, nós fazemos uma parada no amado Peter Facinelli. Claramente existem bilhões de razões para amar o pai de três garotinhas e marido da extremamente talentosa e engraçada Jennie Garth, mas nós escolhemos as 5 principais razões para amar Peter Facinelli.
A onze anos atrás, um rosto novo, Peter Facinelli, apareceu para arrasar Hollywood, e foi isso que ele fez. Facinelli teve uma carreira diversa em Hollywood, com papéis no filme adolescente clássico “Mal Posso Esperar”, fez um vampiro em Crepúsculo, e Dr. Fitch Cooper em Nurse Jackie. Além de ser um ator diverso, Peter é um homem de família que é admirado por milhões de fãs mundialmente. Nós temos a tarefa de tentar fazer o top5 Razões para Amar Peter Facinelli e aqui estão…
1. Mr. Twitter. Sem Peter nós não teriamos idéia que lobisomens e vampiros estavam brigando no meio das árvores do Canadá. Desde que Peter entrou no Twitter, ele tem dado aos fãs uma rara olhadela para o mundo de um ator, Quando ele não está atualizando os fãs com notícias de Eclipse, ele está tirando fotos com o Hulk, e fazendo outros colegas de elenco twittarem.
Bom Pai. Peter é um pai dedicado que é técnico de futebol, vai em acampamentos da escola, e faz questão de passar tempo com sua família sempre que está em casa. Esse pai devotado vai a eventos com sua família, os leva ao set, e se anima sempre que fala sobre seus filhos. Peter é um ótimo modelo de como equilibrar perfeitamente sua carreira e sua vida pessoal.
Fantástica Dedicação. Peter é uma exceção rara por muitas razões, mas tem uma coisa que diferencia Peter das outras centenas de atores de Hollywood. O modo como Peter trata seus fãs é incrível; ele os trata como se por aquele momento eles são as pessoas mais importantes no mundo. Ele tweeta com eles, ele fica mais tempo para dar autógramos, e ele tira tempo para conhecer e conectar com seus fãs.
Bonito. Ok, nós temos que dar o braço a torcer nesse! No meio do drama da gostosura de Robert Pattinson e Taylor Lautner, Peter garante seu lugar. Sendo o mais velho dos três, Peter ainda dá um vislumbre aos que estão próximos de sua boa aparência e charme mundial. Nós não vamos lá mas os personagens em American Pie tem uma palavra para uma pessoa assim.
Carlisle Cullen. Vamos encarar isso, sem Carlisle não teria nenhum Edward, e sem nenhum Edward não teria razão para respirar. Candidato ao Pai do Ano, Peter Facinelli não só atende a sua família em casa em Los Angeles, ele também toma o papel de líder nas telas e é o guardião dos vampiros em Forks, Washington. Nós amamos Carlisle por que ele é compreensivo, compassivo, e sincero, o que não é diferente de Peter se você pensar.
Fonte: Screenstar

Kellan, não faz isso rapaz...


Kellan Lutz: Falhando no estrelato?
O ator de Twilight, Kellan Lutz, provou que tem muito a aprender sobre como ser uma estrela numa tarde de segunda-feira.
Kellan foi a primeira pessoa do elenco a chegar no bar Glowbal Grill and Satay, em Vancouver para jantar, fazendo-o perder a grande oportunidade de uma entrada elegantemente atrasada. “Mas eu estava com fome!” ele choramingou. Mais tarde, Ashley Greene e Peter Facinelli apareceram e tiraram sarro de Lutz por chegar na hora.
Depois de se recuperar da vergonha, ele cometeu outros erros de principiante. Ele realmente comeu sua comida (você imagina Kristen Stewart comendo um bifão enorme??) e depois ele concordou em posar para fotos com muitas fãs femininas psicóticas, que tentavam lamber seu pescoço!
Fonte: DailyFill

Ashley Greene, de Twilight, sugerida para papel em Teen Titans


Fonte: Coventry Telegraph Tradução: PCullen
Ashley Greene, de Twilight, sugerida para papel em Teen Titans
Entre as muitas propostas de adaptações de quadrinhos à espera na Warner Bros está o time de heróis júnior Teen Titans.
O line-up inclui, até recentemente, Starfire, uma princesa do planeta Tamaran que pode controlar a radiação ultravioleta e a utiliza para voar e para criar dardos destrutivos de energia. Ela também tem força sobre-humana e pode assimilar outras línguas através do contato físico.
Em alguns fóruns, fãs têm proposto o nome da atriz de Twilight, Ashley Greene – que interpreta Alice Cullen franquia de filmes de vampiros – como uma possibilidade para interpretar o personagem.
Greene não é uma má escolha para o papel. As credenciais de Twilight da atriz de 22 anos também reforçariam o perfil de qualquer filme de Teen Titans.
Megan Fox também tem sido sugerida para Starfire – embora ela parece ser uma candidata dos fãs para todo papel feminino de quadrinhos disponível – juntamente com Jenna Dewan.
Mas não se parece que o filme de Teen Titans será feito tão cedo. A adaptação em live-action foi anunciada em maio de 2007, com produção deAkiva Goldsman e Kerry Foster e roteiro de Mark Verheiden. No entanto, nada tem sido ouvido sobre o projeto por muito tempo.
Os quadrinhos Teen Titans apareceram em 1964 como uma Liga da Justiça Junior, composta por Robin, Kid Flash, Aqualad, Garota-Maravilha e Speedy, os respectivos companheiros de Batman, Flash, Aquaman, Mulher-Maravilha e Arqueiro Verde.
Na década de 80, a equipe foi relançada com os personagens como adultos em idade universitária e novos membros, incluindo Cyborg, Starfire e Raven, enquanto Robin amadureceu e se tornou Nightwing. Mais recentemente, a revista foi adaptada em uma série de TV que foi ao ar entre 2003 e 2006.
Verheiden disse obre a proposta do filme: “Uma coisa que eu posso dizer é que haverá uma história de Nightwing e Robin está nele também”, implicando que o personagem inicial de Robin irá vê-lo assumir a persona Nightwing.
O ator de Heroes, Milo Ventimiglia, disse que adoraria interpretar Nightwing, como eu reportei no ano passado.
Um novo line-up da revista em quadrinhos de Teen Titans está prestes a ser revelado seguindo a partida de Starfire, Cyborg e Garota-Maravilha. A nova equipe será liderada pelo anti-herói Deathstroke, enquanto os ex-membros Beast Boy and Raven devem retornar ao time. Robin / Nightwing não está mais com o grupo, tendo se transformado agora no novo Batman, após a aparente morte de Bruce Wayne.
Podemos apenas esperar que as nova divisão de entretenimento da Warner Bros DC, encarregada de trazer mais heróis dos quadrinhos DC para a tela, nos dê alguma notícia oficial sobre o filme de Teen Titans em breve.

Mais uma entrevista de Charlie Bewley


Charlie Bewley não vai dizer a sua idade. Ele também não vai elaborar detalhes do seu passado de escândalos aparentemente pesados, ao qual ele se refere frequentemente, nebulosamente descrevendo-o como “errático, arriscado, pobre. Altos altos, baixos baixos.” No passado, ele menciona romances turbulentos e dramas familiares, e diz que ele realmente não bebe mais, mas deixa as razões para isso pouco claras. Ele decicidamente é misterioso.
“Eu tenho que ser,” diz Bewley.
O que se sabe sobre Bewley é que ele é um jovem britânico que trabalhou em várias temporadas de neve em uma estação de ski depois de imigrar para o Canadá há muitos anos atrás. Por um tempo, ele se sustentou dirigindo um taxi, e depois de se mudar pra Vancouver, uma viagem de cerca de duas horas de Whistler, para ir atrás da sua carreira como ator. A escolha necessitou outra mudança para Los Angles, em Setembro desse ano.
Isso é, claro, porque Bewley interpreta o vampiro Volturi Demetri, em New Moon, a segunda parcela da Saga Twilight que está penetrando culturalmente.
Twilight do ano passado arrecadou 383 milhões de dólares no mundo todo e deixou vários corações, na maioria femininos, em histeria com a sua história de amor proibido de humana e vampiro. O trio de protagonistas adolescente Kristen Stewart, Taylor Lautner e especialmente Robert Pattinson, estão de repente, ridiculamente famosos, com seus rostos estampando capas de tablóides em uma base semanal, embaixo de manchetes como “Rob arrisca tudo por Kristen.”
A série Twilight é uma corrida fanática nas fantasias românticas e dinheiro de trabalhos como babá da sua enorme audiência adolescente, um grupo que literalmente grita e chora por todas as coisas de Twilight. A série criou bonecos, videogames, braceletes encantadores e (sério) lançamentos decorativos. Mas são os atores, não importa quão pequena seja sua participação, que são os mais procurados da franquia depois da mercadoria.
O papel de Charlie Bewley em New Moon é a sua primeira apresentação de atuação profissional, e isso o empurra para a posição única de ser ao mesmo tempo novo no sistema solar de Hollywood e muito, muito famoso no universo alternativo que é a subcultura de Twilight. Bewley, no entanto, diz que ele não se sente “repentinamente famoso” e admite que ele lida há um tempo com ser conhecido, dizendo, enigmaticamente, que ele tem “sempre sido razoavelmente famoso nos meios em que eu viajo.”
Agora, ele está imensamente em exigência de ondas humanas de garotas adolescentes que o rodiaram enquanto ele estava gravando New Moon na locação em Montepulciano, Itália.
“Itália foi um sonho. Muito surreal,” diz Bewley. “Eu acho que todos aqui, não importa quem fosse, Rob [Pattinson], Kristen [Stewart], [diretor] Chris [Weitz] ou qualquer outro iria dizer que essa foi uma experiência que eles nunca passarão novamente. A hospitalidade da coisa toda, a forma como eles nos trataram, toda a montagem foi muito magnífica.”
“Eu estava simplesmente inundado por garotas de 15 anos aonde quer que eu fosse. Meu interior adolescente de 14 anos na minha cabeça se divertiu muito.”
Enquanto ser perseguido pelas ruas de Montepulciano por fanáticos por Twilight foi uma experiência mágica para ele, Bewley acredita que tem uma pressão induzida pela imensidade da popularidade de Twilight que ele ainda tem que experimentar na forma na forma que a liderança perpetuamente fotografada que o filme tem.
“Rob, eu sinto um pouco por ele,” diz Bewley. “Eu sinto por ele, porque ele é um fugitivo de paparizzis nesse momento. Ele não pode sair de casa. Ele é a pessoa mais fotografada do mundo.”
Bewley diz que é difícil para ele dizer se a atenção que Pattinson recebe pode tornar difícil para o seu companheiro britânico aproveitar o sucesso, mas que ele, “naõ pode imaginar que ele um dia dissesse que desejava que isso nunca tivesse acontecido, mas é uma coisa ridícula de se acontecer com qualquer um. Ele passou de nada para herói em seis meses, e sua vida está simplesmente virada de cabeça para baixo. Eu não sei. Eu não falei com ele profundamente sobre isso. Mas eu naquela situação, eu acho que eu só aproveito as partes da vida que ele não pode ir agora mesmo.”
Aquelas partes da vida incluem fazer exercício (ele é um corredor aplicado e também pratica snowboard e joga rugny), não assiste televisão, gosta de sair de casa sem ser fotografado e trabalha na sua carreira.
“Eu não sou mais daquele tipo de juventude, como Zac Efron ,” ele diz, “Eu estou sendo empurrado… Eu realmente não tenho tempo para nada mais enquanto eu estou indo aonde eu quero ir. E então quando eu chego lá, eu começo a aproveitar as coisas que eu cosgtumava gostar.”
A saga Twilight oferece uma inevitável onda de visibilidade, uma base construída de fãs e uma oportunidade de trabalhar consistentemente enquanto rodeando a séria, fazendo disso uma nova fantasia selvagem de atores um tipo de emprego — embora um intenso e um tipo estranho de mundo para se entrar.
Adimitindo que é estranho ser adorado só pelo valor do (muito bem conhecido) personagem que ele interpreta, Bewley diz, “É ridículo. Tipo ‘eu te amo, eu sou seu maior fã.’ Como? Minha mãe é minha maior fã, ou minha irmã, ou alguém desse tipo. Elas me conhecem. [Os fãs são] apenas não muito instáveis, tipo, ‘Wow, ele é atraente.’ “
Fonte: Hollywood.com

Só o corpo Interessa?!?!?!


“É realmente muito desconfortável”, afirma o ator de “Crepúsculo”
Taylor Lautner, o lobo da película “Crepúsculo”, admitiu em entrevista que se sente “muito desconfortável” pelo fato das pessoas estarem prestando tanta atenção ao seu corpo. O ator, de 17 anos, ganhou massa muscular para a seqüência do longa-metragem sobre os vampiros, chamada “Lua Nova”.
Lautner afirmou que odeia saber que algumas pessoas só estão olhando para o seu corpão: “É realmente muito desconfortável”, disse o ator em entrevista para a revista “US Weekly”.
O ator pretende que a crítica o elogie por seu trabalho e não somente por conta de seu físico.
Atualmente, Lauter, Robert Pattinson e Kristen Stewart estão em Vancouver, no Canadá, filmando “Eclipse”, a terceira parte da saga “Crepúsculo”.
Fonte: Quem

K-11: Stewart e Reed se reunem para Drama em Cadeia


Do site ScreenStar uma matéria falando de K-11


K-11: Stewart e Reed se reunem para Drama em Cadeia
Duas das quentes protagonistas de Twilight irão fazer uma makeonver em seu novo filme K-11, dirigido por Jules Mann-Stewart. Kristen Stewart e Nikki Reed estão marcadas para estrelas juntas novamente no novo drama altamente intrigante escrito pela mãe de Kristen. K-11 é a sessão de dormitórios da cadeia de Los Angeles onde a localização do filme irá ser. As duas belas se transformarão em homens que lutarão pela sanidade e auto-preservação em um dos lugares mais sombrios do sistema carcerário de L.A.
Jules Mann-Stewart tem trabalhado em Hollywood por mais de 20 anos como supervisora de roteiros. Ela tem trabalhado em Jack Frost, Are we there yet? e no drama musical Repo com Paris Hilton. K-11 será sua estréia como diretora. Esse será um filme sombrio, no lado completamente oposto de Twilight, mas pela falação desse filme, poderia ser bem possível que seja digno de prêmios. Ambas Reed e Stewart interpretarão homens nesse filme, o que é bem longo de suas belezas perfeitas mostradas em Twilight, uma escolha corajosa e forte para essas duas estrelas em ascenção, que sempre estão dispostas a pegarem papéis controversiais e levar suas atuações ao limite. Não estejam surpresos ao ver esses duas senhoritas em fevereiro de 2011 no tapete vermelho do Oscar tentando pegar algum ouro!
Pelos passados meses, as duas belas de Twilight tem dado prévias à imprensa sobre seu filme, e isso é o que estão dizendo:
Nikki Reed disse à MTV, “Meu personagem chamando Mousey é um prostituto, e ele vai e volta da cadeia porque é confortável ter um lugar pra dormir, relaxar e ter comida e abrigo – quando ele é liberado, tem muita coisa de drogas e tal acontecendo. K-11 é um mundo próprio.”
Kristen Stewart disse à MoviesOnline, “K-11 passa em um dormitório na cadeia do condado de Los Angeles. É tipo o lugar qie você vai se você não pode ser colocado junto à população geral. Então é cheio pessoas excêntricas,, malucas e doidonas, e eu e Nikki interpretamos dois deles.”

entrevista com Robin Mathews, a maquiadora de Kristen


Uma entrevista com Robin Mathews, a maquiadora de Kristen em New Moon, Eclipse e The Runaways.
Robin começou a carreira como maquiadora de efeitos especiais e entrou no ramo a partir daí. Seguindo a beleza, agora ela foi levada a projetos em que a permitem sobressair ambas, beleza e efeitos especiais. Ela conseguiu seu grande trabalho quando Sean Penn a chamou para chefiar o departamento no filme Into the Wild, em 2005. A partir daí, sua carreira tomou rumo e ela não parou desde então.
Leia sobre suas melhores dicas de maquiagem, produtos favoritos e seu conselho incomum para os aspirantes a maquiador!
O que é mais empolgante sobre trabalhar em New Moon?
Fazer parte do filme e da história que é tão amada por tantas pessoas e dar vida às expectativas de todos com uma maquiagem é muito divertido. Eu espero que não decepcione ninguém.
Quais são seus produtos favoritos?Bem, eu sou fã dos hidratantes da Shisiedo, eles penetram na pele completamente e não atrapalham a base. Eu não vivo sem Cle de Peau Concealers, Stila Convertible Colors e a linha da Laura Mercier . A linha para sobrancelhas da Anastasia está sempre no meu kit, tanto quanto as escovas Ve Neill e o curvex Shu Uemura.
Qual é o seu estilo/técnica?
Eu sou bem exigente e obssessiva sobre a base e o processo de aplicação. A base deve imitar a textura real da pele e se você conseguir vê-la assentada na pele , ela não foi bem aplicada. Deve ser bem fina nas partes em que você pode ficar com menos cobertura e um pouco mais pesada onde há necessidade de mais cobertura. Preparação apropriada da pele é essencial nesse processo também. Se a pele não está bem preparada e se a base adequada não foi aplicada, você pode esquecer do resto.Você pode nos dar algumas dicas?
Honestamente, eu dou muitas dicas a iniciantes e meu conselho é estude a maquiagem de uma drag queen ou pelo menos de uma atriz pornô. É um estudo de como figuras sem apelo algum podem ser esculpidas e transformadas em beleza e como a estrutura óssea pode ser transformada em algo completamente diferente. Dicas de maquiagem para a mulher comum: pesquise o tratamento de pele apropriado e a base certa para você. Faça exfoliação regularmente e use uma fórmula mais leve de base que você possa. Se você tem uma pele linda, não use base nenhuma! Eu amo tirar a base de alguns de meus personagens nos filmes. O mais importante é ser feliz de dentro para fora, porque você nunca é tão bonita quanto quando brilha de felicidade verdadeira.
Qual é seu próximo trabalho?
O filme The Final Destination, em HD 3-D saiu em 28 de agosto! Foi um trabalho de amor e eu estou muito feliz de como saiu. Eu assisti o trailer de The Twilight Saga: New Moon que arrasou! (Espere até ver Taylor Lautner e os lobos). [Nota da entrevistadora: Não aguento esperar, Robin. Eu já tenho meus ingressos para a estreia, óbvio!!!]
O que lhe chamou mais atenção sobre trabalhar em New Moon?
Nós fizemos uma parte da filmagem na Itália, então foi muito a viagem completa. Eu queria estar lá de volta agora! Estou em Vancouver fazendo Eclipse, e antes disso estava em The Runaways com a Kristen Stewart e a Dakota Fanning. Falando nisso, essas duas são inacreditáveis, tocando os instrumentos e cantando elas mesmas.Você nunca viu a Dakota daquele jeito antes. Vão ser os papéis da carreira de ambas, eu tenho certeza. Elas estavam inegavelmente fantásticas. Ah, e estar com a Joan Jett todos os dias foi demais também!
Eu amei! Achei os conselhos de Robin sobre estudar drag queens e estrelas pornôs fascinante. Faz sentido totalmente pois transformá-los é um teste para qualquer maquiador. Obrigada Robin, por ter providenciado um tempo para nos dar respostas tão bem pensadas! Diga ao Robert Pattinson que eu disse oiiiiiiiiiiiiiiii.
Fonte: BBJ

Segredinhos

Um infiltrado entregou os pratos e os restaurantes favoritos do elenco, contou sobre umas visitas noturnas e sobre algumas criancinhas assustadas. Confira:
Sobre a comida favorita: “O elenco foi ao mesmo restaurante quatro vezes nas últimas duas ou três semanas. Mas a maioria das vezes eles ficam no hotel e pedem comida. Eles pediram muita pizza e comida chinesa em várias ocasiões”, o infiltrado nos contou.
Uma visitante noturna para Kellan Lutz: Em agosto, AnnaLynne McCord, fez a uma visita de dois dias a ele, em Vancouver. O nosso informante disse: “AnnaLynne realmente sente saudade dele. Ela adora aquela figura de bad-boy dele.”
As multidões de fãs que esperam para ver seus artistas favoritos: “É algo como a Beatlemania,” a nova estrela da Saga, Jack Huston, disse. “Esses caras tem centenas de pessoas esperando na porta de seus hotéis. É uma loucura.”
Os novos atores do elenco se adequando: Kellan compartilhou: “O novo pessoal é muito legal. Eu nunca trabalhei em um projeto onde todos estivessem tanto em harmonia e com os pés no chão.”
Sobre Peter Facinelli assustar suas próprias filhas quando está no personagem: “Elas acharam que era meio assustador,” a esposa de Peter, Jennie Garth disse. “É só que não é o papai. Mas elas todas tem camisetas com o rosto do Dr. Carlisle estampado. Elas as usam o tempo todo – e têm muito orgulho.”
Fonte: JustJaredJr

Segredinhos


Um infiltrado entregou os pratos e os restaurantes favoritos do elenco, contou sobre umas visitas noturnas e sobre algumas criancinhas assustadas. Confira:
Sobre a comida favorita: “O elenco foi ao mesmo restaurante quatro vezes nas últimas duas ou três semanas. Mas a maioria das vezes eles ficam no hotel e pedem comida. Eles pediram muita pizza e comida chinesa em várias ocasiões”, o infiltrado nos contou.
Uma visitante noturna para Kellan Lutz: Em agosto, AnnaLynne McCord, fez a uma visita de dois dias a ele, em Vancouver. O nosso informante disse: “AnnaLynne realmente sente saudade dele. Ela adora aquela figura de bad-boy dele.”
As multidões de fãs que esperam para ver seus artistas favoritos: “É algo como a Beatlemania,” a nova estrela da Saga, Jack Huston, disse. “Esses caras tem centenas de pessoas esperando na porta de seus hotéis. É uma loucura.”
Os novos atores do elenco se adequando: Kellan compartilhou: “O novo pessoal é muito legal. Eu nunca trabalhei em um projeto onde todos estivessem tanto em harmonia e com os pés no chão.”
Sobre Peter Facinelli assustar suas próprias filhas quando está no personagem: “Elas acharam que era meio assustador,” a esposa de Peter, Jennie Garth disse. “É só que não é o papai. Mas elas todas tem camisetas com o rosto do Dr. Carlisle estampado. Elas as usam o tempo todo – e têm muito orgulho.”
Fonte: JustJaredJr