segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Eu vejo você


Quando meu mundo explode
Minha carne dilacera
Meu coração se corroe
Minha mente se desespera...
Eu vejo você

Quando transbordo em lágrimas
E meus olhos nada mais podem enxergar...
Eu vejo você

Quando não há mais luz
Quando não tenho mais direção
E no caminho perdida
Em meio a escuridão...
Eu vejo você

Você apareceu como um sonho
Minha inspiração
Trouxe consigo todo o encanto
Que destruiu a solidão
Hoje já não sou mais eu que vivo
Mas você que vive em mim
Hoje com prazer me coloco em suas mãos

Quando eu vejo você
Sei o porque de respirar, o porque de amar e que a você pertenço...
De corpo, alma e coração

Juntos na mais bela melodia
Que embala a nossa intensa paixão.

Maya França (São Paulo - SP)

___

PS: sei que tá meio infantil... Culpa sua, me sinto como uma criança amando você...

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir